dormência nas mãos ao pedalar? pode ser paralisia do ciclista

Seja para facilitar o deslocamento ou como forma de atividade física, a utilização de bicicletas em meio a pandemia do coronavírus aumentou. O veículo inclusive foi recomendado pela Organização Mundial da Saúde – OMS – para facilitar o distanciamento social, evitando a aglomeração em meios de transportes públicos, por exemplo. Além disso, muitas pessoas têm encontrado no pedal uma excelente possibilidade de exercitar o corpo e aliviar o estresse.

Contudo, tanto os ciclistas profissionais quantos os amadores devem ficar atentos aos cuidados para evitar lesões que a prática pode causar. Uma das mais comuns é a “Paralisia do Ciclista” ou “Paralisia do Guidão”. Caracterizada pelo formigamento da palma e dedos das mãos, ela ocorre por conta do tempo que o ciclista passa com as mãos apoiadas sobre o guidão causando a compressão do nervo.

O ortopedista Paulo Marcel Yoshii, especialista em cirurgia da mão, explica que o problema altera a sensibilidade e a motricidade das mãos. “É uma lesão ocorrida no nervo ulnar, que passa por um túnel na altura do punho, chamado canal de Guyon. Esse é um dos principais nervos da mão, junto com o radial e mediano. Ele é responsável pela sensibilidade e movimentação do dedo mínimo e uma parte do dedo anelar”.

Tudo começa com um formigamento nos últimos dois dedos das mãos, que passa logo ao mudar de posição. “Com o agravamento do quadro, pode surgir a dificuldade de movimentar os dedos e a sensação de anestesia”, complementa o médico.

Yoshii relata que o procedimento cirúrgico para tratar o problema é pouco recomendado. “Nos casos de lesões crônicas, o tratamento mais indicado é o conservador, feito através de fisioterapia, talas e a utilização de medicamentos anti-inflamatórios. Porém, se persistir a pressão sobre o nervo ulnar, os sintomas não cessarão e podem até piorar”, avisou.

A solução, então, é prevenir para que o atleta não venha a desenvolver o problema. Além de utilizar uma bicicleta de tamanho apropriado, é importante o ciclista alternar a posição das mãos durante a prática da atividade. Também são necessários a utilização de luvas acolchoadas e o alongamento das mãos e membros superiores antes e depois das pedaladas. E em caso de dores ou desconforto, o médico ortopedista deverá ser consultado para avaliar a situação.

Deixe um comentário