Síndrome do túnel do carpo é mais comum em mulheres

É verdade que a Síndrome do Túnel do Carpo atinge mais mulheres? Sim, é verdade. A doença, muito comum nos consultórios de ortopedia, atinge mais o sexo feminino, com incidência maior na faixa etária dos 30 aos 60 anos.

Isso ocorre porque a área do túnel do carpo é relativamente menor nas mulheres que nos homens. Fatores hormonais também estão ligados ao aparecimento da doença.

Nas mulheres, a retenção de líquidos, que geralmente acontece na gravidez ou menopausa, pode aumentar a pressão dentro do túnel do carpo, irritando o nervo mediano e causando dores. Mas os casos de síndrome do túnel do carpo associados à gravidez geralmente desaparecem espontaneamente após o término da gestação.

Alguns outros fatores, como obesidade, distúrbios da tireoide e insuficiência renal também podem potencializar as chances de uma pessoa vir a desenvolver síndrome do túnel do carpo.

Outro dado importante é que a síndrome do túnel do carpo pode ser bilateral, ou seja, nos dois punhos, em 50 a 60% dos casos.

A dor e o formigamento na região do punho são sintomas característicos da doença. Ao identifica-los, a orientação é procurar por um ortopedista especialista em mão. Ignorar os sintomas interfere diretamente na qualidade de vida do paciente e pode levar à limitação dos movimentos do punho.

Deixe um comentário